Shepherd’s Siesta

I am a shepherd of flocks, which are thoughts,
themselves sensations. I think with sights
and sounds, hands and feet, nose, palate.
Thinking of a flower is to see and smell it.
To eat a piece of fruit is to learn its meaning.
Which is why, sweltering in the heat of midday,
so fully tasting fleeting things makes me sad.
I stretch out tired on the grass, shut
my burning eyes, my body weighing down on
what is there. I know some truth. I’m happy.

After Alberto Caeiro (Fernando Pessoa)

Sou um guardador de rebanhos.
O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.
Pensar numa flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.
Por isso quando num dia de calor
Me sinto triste de gozá-lo tanto,
E me deito ao comprido na erva,
E fecho os olhos quentes,
Sinto todo o meu corpo deitado na realidade,
Sei da verdade e sou feliz.

***
In Ghosts